Dancing, dancing

por Dulcineia Vitor

Livre!

Livre corpo e alma, toque e sugestão. Olhar tímido, quase perdido, mas certeiro. Desejo no modo de respirar e movimentar os lábios.

A vida podia ser uma música para você… a composição seria sobre intensidade, cor, serenidade, paixão, silêncio, proteção e paz. A melodia daria um ar de fantasia e a combinação seria uma daquelas coisas que não conseguimos separar.

E você dançaria sem esperar por nada, só para sentir. Seus movimentos seriam em harmonia com cada nota, olhariam todos admirados. Você mudaria os passos e cantaria junto. E no final da canção: olhos fechados.

Dancing, dancing, dreaming of a neon light…

Paz!

Paz nas sensações e na maneira de desenhar a existência, acreditar, ter fé. Há algo de muito especial em ser paciente com o universo e, apesar de inquieto, aceitar com serenidade o que está por vir.

Há algo de muito especial em parecer um dançarino da vida. Em ser o elo entre amigos, em lembrar dos detalhes. Há algo de muito especial em um sorriso inspirador, meio escancarado, meio reservado, paradoxo.

Há algo de muito especial em ser inesquecível para alguém. Em saber tocar, em saber silenciar. Em precisar do máximo de adrenalina pra acordar, mas em observar quieto o que não deixa dormir.

Existe uma música para este texto, um clipe… existem mil outras músicas e clipes para você. Mas esta: Nightwalker de Thiago Petit, tem na letra a descrição do que sinto e no clipe a descrição de quem você é.

…Your shoes will take you for a walk and they will lead you to my door.

Arrepio

por Dulcineia Vitor

É poesia.

Sente a pele pulsar, enquanto o coração acelera, suor desce no rosto e a respiração descompassa.

É fábula.

Amor, mas poder ser paixão. Pode ser amor apaixonado. Pode ser paixão física ou de alma. Só não pode ser o nada. Sempre é. E sempre forte.

É conto.

Fica do avesso é o lado certo. Fica inteiro é o pedaço que falta. Completa, retira, vira e desvira… Só não deixa, não perde, não esquece.

Respira, é loucura, é grito, é suspiro, é gemido, é dor, é carinho.

Acalma, xingou, bateu, apertou, apanhou, mordeu, tocou. Toque na alma, foi amado.

Man Kissing a Woman