Como será?

por Dulcineia Vitor

Eu sei, a gente tem um bocado de coisas pra aprender. Temos que parar pra entender o que é saudade mesmo, temos que respirar pra saber o que é calma, temos que olhar mais a natureza e agradecer mais os amigos.

Eu sei, sei que a gente tem abraçar com os dois braços e valorizar isso, temos que ouvir com paciência as crianças e valorizar o trabalho do professores, do pessoal da saúde, dos coletores de lixo, do porteiro do prédio, do catador de latinhas.

Eu sei.

Devemos nos respeitar mais, ouvir melhor, falar mais baixo, não jogar lixo na rua, nem mesmo xingar no trânsito.

Devemos nos colocar no lugar do outro, saber que cada um tem uma história, eu sei.

Eu sinto.

O mundo desacelerou, pediu que entendêssemos isso e mais um tanto de situações.

É dolorido. Dolorido ver que ainda há quem só pense em si. Dolorido sentir falta do abraço da mãe, do sorriso de um amigo. Dolorido passar por tudo isso sem saber o que será.

É… E eu não sei como será, mas eu desejo que fique tudo bem.

Força! ❤️

IMG_20200423_013523_369