Toque

por Dulcineia Vitor

Dança devagar, vem! Toca devagar seu par, acolhe, recolhe… Leva para girar, mostra o mundo, as estrelas, a chuva. Deixa seus olhos perdidos, mas tenta se concentrar no olhar do par, roda pelo salão.

Ah, meu amor…

Perde a hora nessa dança, declara seus sentimentos, suas vontades,  fala baixinho, sussurra, toca de novo, gruda, forma um só. Acelera essa dança, toca os lábios e diz para fugirem dali.

Foge, vai longe. Não desiste, não muda o passo.

Sorri pra vida, encanta, chama seu par para conhecer o que é sonhar sem dormir. Toca devagar a cintura, inverte, fala mais alto, escolhe outra música… Dança! Dança!

Abraça com desespero, como se tudo fosse acabar a qualquer momento. Aperta a mão e retoma a dança, deixa a chuva cair. Molha. Respira pertinho da nuca, transforma os passos. Toca firme, puxa.

Respira fundo, recomeça.
texto-dulcineia-vitor-chiliqueria-dança

Anúncios

2 respostas em “Toque

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s