Receita de Bolo

por Dulcineia Vitor

Com o passar do tempo, você percebe que consegue sentir as mais fortes dores do mundo e mesmo assim não desistir de tudo. Com o passar do tempo, você se dá conta que os amores infinitos são finitos, mas que não passam. Paradoxo. Com o passar do tempo você decide que está tudo quebrado e que você não consegue consertar.

A vida é uma eterna lição.

Não adianta de nada o capacete, você vai quebrar a cabeça e tem vezes que não vai encontrar uma solução. Não adianta contar os batimentos cardíacos, você vai perder o controle de tudo, se apaixonar loucamente, sofrer, ser amado em demasia. Não adianta suprimir nada, tudo se expande.

Se tivesse uma receita; o método de seguir e dar tudo certo, mas não tem.

Você confia em pessoas erradas, perde as pessoas que mais ama na vida, se desentende com suas ‘almas-gêmeas’, se machuca, se decepciona… Acredita em olhos arrependidos, em beijos apaixonados, em mãos firmes, em abraços cúmplices, em palavras eloquentes. Pede o colo da melhor amiga, pede a careta do melhor amigo, abre uma cerveja. E continua sem método, sem receita.

Chega uma hora que você desiste. Desiste de entender, de tentar. Você quer um resultado, nem que seja o fracasso.

Chega uma hora que você cria coragem e repete todas as metas, se vê mais forte. Faz o possível pra entender um pouco, pra amar mais, pra não fracassar.

O tempo faz você rir de si, faz você ver o quanto foi patético chorando pelo primeiro amor, o quanto foi burro tentando ser superior naquela briga. O tempo ensina, não dá receitas.

À mim, o tempo ensinou a ter dúvidas, ensinou a amar de verdade, com defeitos e tudo. Ensinou a lutar, a reconstruir, a chorar de esvaziar o peito. A cultivar, a deixar competições de lado para viver a essência da minha felicidade. Ensinou a conviver com a saudade de quem amo, a pensar que saudade é um lugar. Talvez eu não tenha aprendido muito com o tempo, mas está dando pro gasto.

Chega uma hora que você decide apenas construir sua paz.

Image

Anúncios

5 respostas em “Receita de Bolo

  1. “chorar de esvaziar o peito”… É algo que nunca deixaremos de fazer porque como você disse: não tem receita!!
    Amo seus textos! e amo você mais ainda!! Muito mais do que sorvete de açaí em dia quente!!!
    Beijo, minha Maca!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s