Todo mundo sente dor

por Dulcineia Vitor

O tempo vai passando devagar só pra machucar mais. Ferida aberta.

Foi arrancado o que de mais belo havia, arrancado sem aviso, arrancado sem consentimento. Ficou um buraco enorme. Sonhos que são descartados, sonhos que foram desvalorizados… Alegria vai embora, não se tem mais vontade de comer… Cadê as cores que se via? Tudo perde o brilho, você está sozinho.

Dá medo, é ruim. De repente, um vazio no coração, não se sabe mais o significado de nada.

A dor passa, toda dor passa. Todo mundo sente dor.

É dolorido demais sonhar sozinho, é dolorido viver sozinho. Somos sozinhos. Com o tempo, a vida vai ensinando uns truques para as dores passarem, mas tem dor que nem colo e cafuné faz passar.

Crescimento. Você nunca sai o mesmo das experiências. Por ora é dor, nem sempre será.

E que volte a ficar bem, que se ame, confie e entregue, porque agora dói, agora se deseja o fim. O fim da dor, das lembranças, da covardia.

Onde estão os sonhos? Foram embora.

Alguém pode ser cruel com você, menos você. Respira fundo, sente o ar, procura beleza, se fortalece.

O mundo vai despedaçar seu coração. Aprenda, sobreviva.

Image