Um Só

por Dulcineia Vitor

Como notas musicais que se sobrepõem, mas que não mudam o som uma da outra, ao contrário, criam harmonia, melodia, som. Uma complementa a outra, talvez uma nem viva sem a outra.

A cumplicidade é uma mágica dos sentimentos humanos.

Sentimento sincero, que você só tem com quem se liga, conecta, mistura. É desejar o melhor, sem nem saber se o melhor do outro é o melhor para você, é buscar em conjunto, orientar sem competir, ouvir.

Cumplicidade é mútua, ambos sentem, compartilham. A cumplicidade os torna um só, seja um amigo, um parente, um amor. Identifica-se no olhar, no toque, no tom de voz, na conversa, nas gargalhadas.

Um sentimento que nasce do amor verdadeiro – amor de doação e não de posse. Amor que dá brilho aos olhos pela conquista do outro, pelo bem-estar do outro; amor que não tem medo da distância.

Sorrisos soltos no ar. Olhares que se entendem.

Como verbos sem conjugar, por ser uma ação constante: tocar, ouvir, apoiar, orientar, amar. A cumplicidade não permite primeira pessoa do singular. Apenas primeira pessoa do plural: o nós.

Sentimento que acontece, se entrega.

chiliqueria_cumplicidade_post